O blog "A arte da Excelência" foi criado para dar continuidade às ideias do e-book de mesmo nome publicado em 18/05/2011. O download gratuito do livro "A arte da Excelência" e outros conteúdos de destaque permanente estão logo abaixo, no lado direito da página. Para ser informado das novas postagens do blog cadastre seu e-mail ou curta nossa página no Facebook. Para entrar em contatoconosco escreva para artedaexcelencia@gmail.com. Um grande abraço e viva com Excelência!

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Cuide bem de quem você ama!

 Meus caros:

   O mês de dezembro foi de imprevistos para mim. Primeiro, no começo do mês, minha filha teve que fazer uma pequena cirurgia, com certa urgência. Nada complicado, mas uma cirurgia sempre tem seus riscos. Sem contar a correria dos exames de preparação, das autorizações para o procedimento, agendamento de hospital, etc. Depois fui eu quem teve uma bela contratura nas costas. Quase uma semana de recuperação, há 10 dias do Natal. Ao mesmo tempo a nossa ajudante em casa ficou grávida e teve que ficar afastada do trabalho por vários dias, com os enjôos típicos do início da gestação. Quer dizer, não tivéssemos comprado os presentes de Natal em novembro, e deixado o mês de dezembro mais “livre”, teríamos enlouquecido antes mesmo da data prevista para o fim do mundo.

   Pois bem, diante de todos os acontecimentos, fui refletindo sobre o tema da postagem de hoje. Mensagem que queria ter escrito para o Natal, mas que por um outro imprevisto, um susto com a pressão do meu sogro, acabou ficando para hoje, a véspera do Ano Novo. O que quero dizer é muito simples: precisamos cuidar bem das pessoas que amamos verdadeiramente. Isso é muito importante. Talvez ao ler essa afirmação você pense que já sabe disso. A questão é que nos últimos tempos venho percebendo que essa sabedoria que todos temos muitas vezes não está se traduzindo em ações concretas de amor.

   Quer dizer, amamos, mas nem sempre cuidamos. Pelo contrário, muitas vezes maltratamos. Com certa frequência escuto algum relato de pessoas que são muito cordiais no trabalho e na vida em geral (incluindo as redes sociais), mas que em casa, com a esposa, marido, pais e/ou filhos não tem a mesma amabilidade. São mais impacientes. São mais “linha dura”. O estresse do dia-a-dia acaba “descontado” ou “descarregado” nas pessoas que na verdade são as mais importantes da sua vida. Ou o cansaço de cada dia gera ausência quase que total de ações positivas no sentido de demonstrar o amor existente (como de brincar com os filhos, demonstrar carinho para com a esposa ou marido, conversar e ter paciência com os pais, etc.).

   Claro que ser gentil no trabalho ou com pessoas que se encontra de vez em quando em algum momento da vida é muito mais fácil que cuidar bem das pessoas que amamos. Não tenho dúvidas disso. O mundo do trabalho tem suas regras e a cordialidade em geral faz parte dele. Com estranhos o contato é mínimo. Então melhor ser atencioso. Até porque muitas vezes não se sabe exatamente com quem se está falando. Ter cautela é uma recomendação. E nas redes sociais a vida é a doce ilusão de que tudo são sempre flores.

   Mas na vida real, quando estamos com as pessoas que amamos, a convivência é mais intensa. Sentimentos afloram. Divergências são constantes e cada um parece sempre saber o melhor caminho a seguir. Enfim, o cenário é complexo. Daí a dificuldade em cuidarmos bem das pessoas que amamos. Até porque muitas vezes resolver os impasses e divergências não passa apenas por uma ação nossa. Também os outros que fazem parte desse nosso mundo pessoal podem precisar contribuir.

   Contudo, para encontrar caminhos para o amor crescer e seguir adiante, nossas ações e atitudes são um grande caminho possível. Ações positivas são contagiantes e geram outras ações positivas. Ao mesmo tempo são o campo efetivo que temos de atuação, já que não podemos mudar o outro, mas apenas a nós mesmos. O que podemos em relação ao outro é influenciá-lo. E aí nossas ações positivas são a possibilidade real que temos para construir melhorias.

   Minha reflexão propositiva desse final de ano, portanto, é que no Ano Novo estejamos mais atentos e dedicados a cuidar bem das pessoas que amamos. A vida vai passando e são essas pessoas que fazem a maior diferença na nossa felicidade. Se já estamos bem nesse processo, podemos aprimorá-lo. Se as coisas estão meio mornas, é hora de dar uma aquecida no ambiente. E se as coisas estão difíceis, algo precisa ser feito de forma urgente, para que ao chegar o final de 2013 tenhamos mais carinho e alegria junto daqueles que amamos.

   Enfim, é algo que vale a pena investir. O retorno é dos mais recompensadores. Nem sempre será fácil. Muitas vezes precisaremos de paciência. Outras muitas vezes exercitar a comunicação. Mas acima de tudo teremos de aprender a expressar o amor com frequência. Nas grandes e especialmente nas pequenas coisas. No dia-a-dia. Com palavras e principalmente com ações. Dificil? Certamente. Não somos “treinados” para isso. Mas com certeza o amor é um dos elementos mais valiosos que existem. Além de traduzir felicidade, motiva para irmos atrás de todos os nossos objetivos.

   É isso, meus caros. Que o Natal siga com o renascimento para o amor a cada novo dia de 2013. E que com isso venha o crescimento pessoal, profissional e muita paz. Certamente isso também trará as bênçãos divinas, na forma que cada um acredita.

Um abraço,

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"A arte da Excelência" é um projeto sem fins comerciais destinado a gerar reflexão e ações concretas para a realização pessoal e profissional.