O blog "A arte da Excelência" foi criado para dar continuidade às ideias do e-book de mesmo nome publicado em 18/05/2011. O download gratuito do livro "A arte da Excelência" e outros conteúdos de destaque permanente estão logo abaixo, no lado direito da página. Para ser informado das novas postagens do blog cadastre seu e-mail ou curta nossa página no Facebook. Para entrar em contatoconosco escreva para artedaexcelencia@gmail.com. Um grande abraço e viva com Excelência!

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

A felicidade é um estilo de vida?

Meus caros:

   Recebi recentemente de um amigo uma mensagem sobre uma lenda chinesa muito interessante, que reza mais ou menos assim: uma jovem casou-se e foi morar na casa da sogra. Com temperamentos diferentes a jovem não conseguia se adaptar à sogra, que por sua vez a criticava cada dia mais. Então a jovem procurou um mestre, amigo de seu pai, e pediu-lhe conselhos sobre o que fazer. O mestre lhe deu um ramalhete de ervas e mandou que misturasse aos poucos com a comida da sogra, para envenená-la lentamente, de forma a não levantar suspeitas. Da mesma forma, para evitar suspeitas, a jovem deveria, ainda, passar a tratar a sogra sempre com muito carinho e respeito. E assim a jovem fez. Começou a controlar seu próprio temperamento e a tratar a sogra de forma amável, enquanto misturava as ervas em sua comida. Com isso não houve mais discussão na família e a sogra começou a ser gentil também com a nora. Até que chegou um ponto em que a jovem percebeu que estava gostando de sua sogra e ficou receosa pela sua morte por envenenamento. Voltou, então, ao mestre, e disse que não queria mais que sogra morresse, pois ela tinha mudado e se transformado em uma mulher agradável e gentil. O mestre sorriu e disse à jovem: “Não se preocupe. A sua sogra não mudou. Quem mudou foi você. As ervas que lhe dei são vitaminas para melhorar a saúde. O veneno estava nas suas atitudes, mas foi sendo substituído pelo amor e carinho que começou a dedicar a sua sogra”.

   Essa lenda permite várias reflexões, muitas das quais em certa medida fazem parte do que tenho escrito aqui no blog e do que está no livro “A arte da Excelência”.  Mas uma reflexão em especial surgiu-me logo em seguida a sua leitura: seria a tão almejada felicidade não um ideal de vida, mas sim um estilo de vida? A diferença entre ideal de vida e estilo de vida é sutil nas palavras, mas com muito conteúdo se pensarmos em felicidade.

   Com efeito, ideal de vida diz respeito àquilo que almejamos, que buscamos alcançar em nossas vidas. Mas como ideal, é algo que nem sempre acontece ou que fica restrito a alguns momentos. Quem não conhece, por exemplo, o ditado: “não é o ideal, mas é o possível”. Então, quando pensamos na felicidade como ideal de vida, mesmo de forma inconsciente, estamos admitindo que não necessariamente teremos como alcançá-la.

   Já estilo de vida é algo mais ligado à realidade. É a forma como de fato vivemos. Tem gente, por exemplo, que tem um estilo de vida mais simples, dando menos importância para as coisas materiais. Outros um estilo mais sofisticado, gostando de badalação e glamour. Tanto uns, quanto outros, fazem de tudo para viver intensamente dentro de seu estilo, que nada mais é que a preferência de vida.

   Pois bem, dentro dessa ideia de estilo de vida, a lenda chinesa que referi no começo permite concluir que é a forma como encaramos os obstáculos e o sucesso do dia a dia que determinam nossa felicidade ou infelicidade. Afinal, todos têm dificuldades nessa vida. Além disso, é fácil encontrar exemplos que mostram que a felicidade não está ligada com o grau de dificuldades que as pessoas enfrentam. Há pessoas que tem uma vida sem grandes problemas e são infelizes. Outras com uma vida toda complicada, mas sempre com alegria no coração. Como explicar isso?

   Parece-me que uma possibilidade interessante é entender que a felicidade é um estilo de vida, um modo de se conduzir perante as experiências e desafios diários que enfrentamos. Seja a pessoa simples ou sofisticada, quando tem a felicidade como estilo de vida, o que acontece é que está sempre focada em fazer coisas que lhe tragam sentimento de paz, bem estar, equilíbrio e satisfação. E quando algo dá errado, retirando-a do estado de felicidade, toma as atitudes necessárias para retornar o mais rápido possível ao seu estilo de vida de preferência: a felicidade. Alguém se habilita a adotar esse estilo de vida?

Um grande abraço e até semana que vem.

Emmerson Gazda

2 comentários:

  1. Linda mensagem, parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Emmerson. Essa reflexão contribui muito para pensar e aprofundar no entendimento da questão da felicidade. Adilson do site universidadedafelicidade.com

    ResponderExcluir

"A arte da Excelência" é um projeto sem fins comerciais destinado a gerar reflexão e ações concretas para a realização pessoal e profissional.