O blog "A arte da Excelência" foi criado para dar continuidade às ideias do e-book de mesmo nome publicado em 18/05/2011. O download gratuito do livro "A arte da Excelência" e outros conteúdos de destaque permanente estão logo abaixo, no lado direito da página. Para ser informado das novas postagens do blog cadastre seu e-mail ou curta nossa página no Facebook. Para entrar em contatoconosco escreva para artedaexcelencia@gmail.com. Um grande abraço e viva com Excelência!

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Controlando a ansiedade

Meus caros:

   Essa semana recebi a notícia da empresa que está efetuando a editoração eletrônica do livro “A arte da Excelência” que até o dia 21 de maio próximo ele deverá estar pronto.  Essa boa novidade, associada ao fato de que agora só falta mesmo o trabalho de editoração eletrônica para o lançamento do livro, deu-me a ideia de fazer uma postagem sobre a ansiedade pela espera de coisa boas.

   Esse tipo de ansiedade é bastante comum, especialmente quando a coisa desejada foi preparada com cuidado e atenção. Paradoxalmente ela se manifesta com mais força no momento em que já fizemos a nossa parte por completo e só nos resta mesmo esperar que a coisa aconteça.  

   Bons exemplos da ansiedade a que estou me referindo são, quando já estamos preparados, a espera pela data do casamento ou do dia do nascimento de um filho, a noite de véspera do vestibular ou da prova de um concurso, e, no caso da arte da Excelência, os dias que se contam até a conclusão dos trabalhos de editoração eletrônica do livro.

   O problema da ansiedade pela espera de algo bom é quando ela se torna um elemento estressor. Da alegria de estar realizando um sonho surge o medo de alguma coisa dar errada e aí ficamos nervosos, perdemos o sono, entre outras reações físicas e psicológicas. Como consequência não aproveitamos o que poderia ser uma das melhores fases da concretização de um grande projeto, que é justamente esse período de calmaria entre a conclusão dos trabalhos e a realização do evento. Além disso, caso a ansiedade fique muito acentuada, podemos ter algum prejuízo concreto no momento da realização do evento, como a antecipação do parto, uma prova mais difícil pela falta de sono na noite anterior ou um amigo não agüentando mais ouvir sobre o tal do livro “A arte da Excelência”!

   Por tudo isso é que me parece importante ter estratégias para controlar a ansiedade. Falo em controlar porque eliminar seria algo bem mais complicado. E também no caso de coisas boas nem seria necessariamente desejável. Um pouquinho de ansiedade nesses casos parece-me que ajuda a aproveitar a sensação boa de ver um sonho na iminência de ser realizado.

   Pois bem, então como controlar a ansiedade pela espera de coisas boas? É uma pergunta para a qual espero contar com a ajuda dos leitores do blog, em seus comentários, para ter uma resposta mais conclusiva, já que controlar a ansiedade é algo bem particular em que cada um terá de encontrar seu próprio método ideal. Contudo, como não poderia terminar essa postagem sem contribuir de alguma forma com a solução do problema, indico algumas práticas que me parecem interessantes: 1) preencher o período de espera com outras atividades, especialmente aquelas que ficaram de lado para a realização do projeto que em breve será concretizado; 2) fazer uma oração e deixar nas mãos de Deus aquilo que possa estar gerando alguma dúvida ou preocupação; 3) relaxar ouvindo uma música agradável, o que pode ser feito inclusive no trânsito ou nos intervalos do trabalho; 4) fazer uma caminhada pela cidade, principalmente se o dia estiver ensolarado; 5) ir ao cinema ou ao teatro; 6) sair para jantar, o que é uma excelente opção na véspera de um evento importante, observada a moderação; 7) convidar os amigos para um jantar em casa; 8) tomar suco de maracujá.

   Enfim, essas são algumas sugestões. Alguém se habilita a apresentar outras?

Um abraço,

Emmerson Gazda     

4 comentários:

  1. Caros colegas,

    E é necessário controlar a ansiedade? Costumo dizer se alguém está ansioso por algo que fez é porque fez bem feito, está preocupado com o resultado perante as demais pessoas. Não costumo ver a ansiedade como algo ruim, desde que não lhe atrapalhe o restante do dia, mas como um sinal positivo de o que se fez, fez-se com muito carinho e dedicação. Um prejuízo ocasionado pela ansiedade seria nos paralizar enquanto aguardarmos o resultado de nosso projeto, o que nos impediria de seguir o fluxo normal de nossa vida. Para que isso não aconteça, costumo dedicar meu tempo a novos projetos sempre que acabo um. É comum demorar algum tempo para colhermos os frutos de nossos projetos, assim, a criação de novos projetos, com a experiência adquirida no anterior proporciona que ao longo do tempo você desenvolva projetos ao mesmo tempo que colhe os frutos dos anteriores. Eu diria que para quem desenvolve projetos seguidos, a excelência da vida começaria a surgir depois de um período de carência, aquele período para que os resultados surjam em efeito cascata. Quando começarmos a colher os frutos do primeiro projeto, já estaremos esperando os frutos do segundo e estaremos nos dedicanco ao terceiro, pegaremos tanto gosto pela prática, que teremos projetos de vida para sempre, tornando a vida mais interessante.
    Espero ter contribuído um pouco com o blog, abraço a todos.

    ResponderExcluir
  2. Rodrigo,

    Muito boa sua intervenção. São pelo menos três aspectos que merecem destaque em seu comentário. O primeiro é que de fato só é preciso controlar a ansiedade por coisas boas quando ela está lhe trazendo algum prejuízo. O segundo é indicar a ansiedade como um sinal positivo de que cuidamos de todos os detalhes de um projeto. Caso contrário não haveria ansiedade, mas sim algo parecido com desespero. Por fim, você trouxe uma excelente estratégia para controlar a ansiedade: ocupar-se com um novo pojeto. Realmente é uma grande ideia, criando um círculo virtuoso, onde estará sempre colhendo frutos que deixam a ansiedade dentro dos seus limites positivos e ao mesmo tempo motivam para vôos mais altos.
    Obrigado pela participação e sempre que tiver alguma opinão poste seus comentários. Com o tempo teremos um material interessante para revisitarmos no futuro.
    Um abraço,
    Emmerson Gazda

    ResponderExcluir
  3. Grande Emmerson, tem uma frase muito interessante que, embora não ligada diretamente à questão da ansiedade, pode levar a alguma forma de lidar com ela. Ei-la: "Dai-me serenidade para aceitar o que não pode ser mudado; coragem para mudar o que deve ser mudado e sabedoria para ver a diferença". Se eu sei que é algo que não dá para mudar, então é necessário serenidade para aceitá-la (e nao adianta ficar ansioso); caso contrário, é se esforçar para alterar. Para mim, isso está ligado ao famoso mecanismo "luta e fuga", que explica o stress. Um pouco de ansiedade é bom (e pode ser um agente motivador), o problema é o excesso. Abração e parabéns pelo Blog. Vilian

    ResponderExcluir
  4. Vilian, já tinha lido em algum lugar essa frase e resolvi dar uma pesquisada para saber a fonte e deixar registrado aqui no blog. Descobri que é o início da chamada oração da serenidade, escrita por Reinhold Niebruhr (1892 a 1971), em 1943. O conteúdo integral da oração, segundo o site www.pensador.uol.com.br, é o seguinte:

    “Senhor, conceda-me a serenidade para aceitar aquilo que não posso mudar, a coragem para mudar o que me for possível e a sabedoria para saber discernir entre as duas. Vivendo um dia de cada vez, apreciando um momento de cada vez, recebendo as dificuldades como um caminho para paz, aceitando este mundo cheio de pecados como ele é, assim como fez Jesus, e não como gostaria que ele fosse; Confiando que o Senhor fará tudo dar certo se eu me entregar à Sua vontade; Pois assim poderei ser razoavelmente feliz nesta vida e supremamente feliz na outra. Amém!"

    Um abraço,
    Emmerson

    ResponderExcluir

"A arte da Excelência" é um projeto sem fins comerciais destinado a gerar reflexão e ações concretas para a realização pessoal e profissional.